Image Map

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Microchipagem e tags de identificação. Um sinal de amor!

Identificar o seu bichano é uma atitude de amor e responsabilidade, ainda mais se o seu bigodudo tem acesso a rua. 
Vou apresentar uns meios de identificação para garantira volta do seu bigodudo !


Devemos identificar nossos amigos de 4 patas por que mesmo que ele não tenha acesso liberado a rua, pode acontecer de ´por um descuido de alguém seu pet escapar da sua casa. E ai? Ele vai esta sozinho, num lugar que ele não conhece, nunca viu, com gente que ele não conhece e que pode não gostar de gatos...

E um animal com identificação é bem mais fácil de ser encontrado, e casso o seu bigodudo se perca, você vai desejar ter colocado uma plaquinha nele... 
Acreditem, eu sei muito bem disso... 

Você mesmo pode fazer a sua plaquinha, você pode comprar uma tag, personaliza-lá, pode comprar uma com acesso a um aplicativo que lhe avisa quando alguém encontrou o seu amigo ou até mesmo um microchip!



As tags de identificação você pode adquirir em Pet Shop, Clinicas Veterinárias, em sites na internet e até mesmo relojoarias da sua cidade, para mandar gravar o nome do se bigodudo e o seu telefone basta ir em uma relojoaria e pedir para que gravem, assim como fazem com aquelas pulseiras de bebê (ainda fazem isso né?)



Além de adquirir desta forma, tem uma empresa chamada Pimmypet que fornece uma medalha/tag de identificação que você compra com R$29,90+frete, cadastra seu pet no site, e na tag tem um código, quem encontrar seu pet precisa só entrar no site do pimmypet e colocar o código da tag. e verá seu perfil com telefone e email para contato, e pronto!
Também oferece um serviço de cartaz pronto para publica e divulgar e se a pessoa autorizar você recebe um email com a localização aproximada do seu pet.

Esta emprese também está lançando uma coleira Pimmypet care, que tem integrado um módulo de GPS/GSM e acelerômetro, possibilitando que você monitore o seu bichano em tempo real pelo aplicativo em seu smartphone!

É mara esses produtos né?
Super preciso de um deles ;)

Além disso, tem também o serviço de microchipagem, que algumas clinicas veterinárias fornecem para os clientes. Sim o microchip é mais caro, mas também te oferece mais segurança. 
O microchip é um pequeno circuito com uma antena que envia um sinal para uma leitora que exibe um código de números, que é único e intransferível, ou seja, ele é só do seu animalzinho. Este números foram cadastrados no banco nacional, com os dados do animal e do seu tutor. 
A colocação do microchip deve ser feita por um Médico Veterinário, na região da nuca como se fosse uma vacina. Ele fica embaixo da pele, não é visível e não incomoda o seu pet. 

Faça você mesmo!
Para fazer o seu você precisa de uma embalagem de garrafa pet, shampoo, etc.. recorta na forma de medalhe, coração, estrela, peixe... deixe a criatividade rolar solta!
Com um marcador permanente escreva o nome do seu pet e seu telefone. Faça um furo em cima, coloque na coleira do seu bigodudo e pronto! Rápido, fácil, você pode enfeitar do seu jeito e praticamente de graça! Veja o tutorial inteiro em gatinho branco.


Fica a dica para você identificar o seu bichano e garantir que ele volte para os seus cuidados!








3 Comments:

Madame X said...

Oi! Cheguei aqui através do Louca dos gatos!
Adoro blogs sobre gatinhos *-*
Sou de SP e tenho dois gatinhos sapecas: Lola e Manolo. Lola é a mais velha, 4 anos, e Manolo têm 1 aninho. Ambos resgatados das ruas.
Aqui moramos em apartamento com telas nas janelas e os gatinhos não saem. É forte por aqui a campanha de ñ deixar o gato solto, pois correm risco de vida além de sofrerem maus tratos (nem todos gostam de gatos, infelizmente).
Acho válido a microchipagem, mas por aqui não se recomenda deixar os animais soltos pelos riscos que correm!
Como vi que o blog é novinho, vou dar umas sugestões de posts:
Comportamento, areia, ração, brincadeiras,e claro, saúde! rs
Areia eu já testei várias, é sempre uma dúvida de quem começa a criar gatos em casa.
um beijo!

tábata streppel said...

Muito Obrigada pelas dicas!! Vou trabalhar em posts sobre elas ! É aqui no RS a gente tenta, mas muitas pessoas deixam seu bigodudos com acesso livre a rua... uma pena...

Mariane Bach said...

Gostei da ideia de fazer em casa. Vou fazer pra Dora!

Postar um comentário